Você tem dificuldade para mudar seus hábitos?

Há alguns anos eu venho pensando sobre os meus "porquês", sobre a motivação das minhas atitudes, a raiz dos meus hábitos. Sabe quando você olha pra alguma coisa na sua vida e se pergunta: Por que eu faço isso? Pode ser algo simples, como escovar os dentes ou comprar um chocolate, ou algo complexo, como gastar dinheiro ou tempo com coisas que não são boas pra você, e que desagradam o coração de Deus.

Nestas reflexões, eu comecei a analisar a fundo o meu coração e percebi que quase sempre o que me leva a fazer o que faço vem destes sentimentos: 1) estou com medo e quero fugir; 2) estou frustrada e quero conforto; 3) estou cansada e quero largar tudo e fazer vários nadas.

Esse sentimentos são legítimos e muito comuns, mas com o tempo eles começaram a tomar uma proporção muito maior do que deveriam. Notei que as minhas atitudes começaram a gerar um impacto negativo no meu corpo, nas minhas finanças e na maneira que eu administro o meu tempo, e encarar essas atitudes negativas foi o que iniciou esse processo de reflexão.

Eu entendi que muitas dessas atitudes - que nasceram de sentimentos comuns mas mal administrados - começaram a gerar consequências ruins, consequências que, eu sei, desagradam o coração de Deus. Quando percebi isso, comecei a batalha para tentar mudar esses maus hábitos.

Eu estudei sobre eles, fui a fundo no autoconhecimento, pesquisei técnicas, busquei inspirações. Tentei uma, duas, três, inúmeras vezes ... E falhei, miseravelmente. Esses hábitos pareciam ter uma força muito maior do que a minha e eu sentia que não conseguia vencer a batalha. Cheguei ao ponto de parar de tentar por achar que o esforço não valia a pena.

O problema é: entender tudo isso não me ajudou a mudar. O conhecimento é útil, mas não foi suficiente. Hoje eu quero te fazer refletir sobre como nós, cristãos, não podemos lutar apenas com as armas do mundo.

Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne. Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam.

Gálatas 5:16,17

A maioria de nós consegue fazer uma autoanálise e chegar a mesma conclusão que eu cheguei. Nós sabemos olhar para a nossa vida e identificar aquilo que precisamos mudar. Mas, por que não mudamos? O que nos impede de mudar? Podemos até tentar, mas no fundo, sabemos que essa mudança não vai durar e logo estaremos novamente naquele mesmo hábito ruim. Por que isso acontece?

Quando você luta contra hábitos que desagradam o coração de Deus, você não está apenas buscando "uma vida mais saudável e maior produtividade", você está buscando remover as barreiras da sua intimidade com Deus e do seu crescimento espiritual. Nós não podemos nos limitar a pensar em como funciona a nossa mente e como isso impacta o nosso comportamento, sem lembrar que além das muitas conexões que acontecem nos nossos neurônios, nossa mente é um campo de batalha.

Você não pode se armar apenas de conhecimento científico, frases motivacionais, fotos inspiradoras e o seu planner e achar que isso vai ser o suficiente pra mudar. Não me entenda mal, tudo isso é muito bom e eu busco todas as essas coisas assim como você, mas nós precisamos lembrar que somos seres espirituais. Ou seja: além das ferramentas naturais, você precisa lutar com ferramentas espirituais.

Aqui vão 5 dicas para te ajudar na batalha contra os hábitos que desagradam à Deus:

1. Autoanálise e Oração: O primeiro passo da mudança começa na autoconsciência. Isso significa que temos que nos analisar e também temos que orar pedindo que o Espírito Santo sonde nosso coração e nos dê consciência dos nosso hábitos pecaminosos.

2. Sinceridade e confissão: O segundo passo é ser sincera com você mesma, admitir o seu pecado habitual e confessa-lo. A bíblia diz que SE confessarmos ele é fiel pra perdoar. É uma condição.

3. Identifique a sua motivação: Como eu mencionei no início da nossa conversa, a maior parte dos nossos maus hábitos nasce de um motivo específico. Identificar a sua motivação é essencial para que você perceba os gatilhos desse mau hábito. Pergunte a você mesma: O que acontece antes do pecado? É quando me sinto sozinha? Quando estou cansada? Quando quero me distrair ou me animar? O que está causando esse sentimento?

4. Busque os versículos que te ajudarão a batalhar: Uma vez que você entende a sua motivação, fica mais fácil buscar na bíblia os versículos que são as verdades que te ajudarão na batalha. Por exemplo, se você peca quando se sento cansada, pode meditar em Mateus 11:28: "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso." Repita o seu versículo chave quantas vezes forem necessárias pra que ele se torne a sua verdade. Dessa forma você combate a tentação!

5. Jejue: Se mesmo depois de cumprir os passos acima você ainda tiver dificuldades para vencer um pecado habitual, faça um tempo de jejum e oração dedicados a buscar libertação! Você verá o milagre acontecer!

Siga esse passo-a-passo e eu tenho certeza de que você verá mudanças na sua vida! Lembre-se: Na força do Senhor você é capaz de vencer essa batalha! Em nome de Jesus! Amém!




872 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo