O processo de santificação.

 Está se sentindo decepcionada e frustrada com você mesma? Este texto é pra você.





‘Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem.’  (1 Pedro 1:15)
Cresçam, porém, na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, agora e para sempre! Amém. (2 Pedro 3:18)

Hoje quero falar com você sobre santidade. Mas não sobre a importância dela, creio que todos entendemos isso (afinal, se Jesus nos chamou para sermos Santos, é porque precisamos fazer isso), e sim sobre como temos encarado o processo de santificação. 

Me diga se você se identifica com esse pensamento:

Você aceitou a Jesus como seu Senhor e Salvador e é extremamente grata pelo sacrifício dele por você naquela cruz. Você ama a Deus, e como filha, quer muito agradar o coração do pai. Você sabe quem tem o Espírito Santo dentro de você, você sente ele te consolando e convencendo seu coração do pecado e do juízo.

Inclusive, você sabe em quais áreas da vida você tem pecado e se sente envergonhada e frustrada por não conseguir mudar imediatamente após ter consciência do seu pecado. Ultimamente, você tem vívido um ciclo de pecado, frustração, vergonha e (só depois de muito sofrimento), arrependimento. 

Se identificou?
Se sim, quero te dizer que você não está sozinha!
(É só com isso, espero que já se sinta um pouco mais leve 💕)

Eu sofri por anos com esse pensamento. Eu me cobrava muito quando errava, lançava palavras duras contra mim, sofria muito e sentia como se estivesse decepcionando a Deus. Eventualmente eu melhorava, mas esse processo não era regado de amor. 

O que eu aprendi há alguns meses, é que o amor de Deus por mim é infinitamente maior que o meu pecado e que ele conhece o meu coração. 

Digo isso porque, quando nos convertemos, Deus não nos olha como adultos na fé. Assim como no mundo natural, a partir do novo nascimento existe um processo de crescimento espiritual e santificação. Deus sabe disso e é misericordioso e paciente conosco. Nós é que nos esquecemos e nos cobramos sem amor, sem paciência, sem entendimento. 

Tente encarar o processo de santificação da seguinte maneira: Imagine que você é uma criança, aprendendo a dar os primeiros passos de santidade nessa parte da sua vida. Deus está ao seu lado, segurando sua mão enquanto você caminha vacilante. Você tropeça, ele te levanta. Aos poucos seus pés vão se firmando, suas pernas se fortalecem e você, enfim, caminha sem cair! E então, você avança para outra área, e assim por diante. 

O que quero dizer é: tudo bem se você precisar de alguns dias, semanas ou meses para atingir a santidade em alguma área da vida. 

Não me entenda mal, não estou dizendo que podemos pecar deliberadamente. Você deve encarar cada dia com a certeza de que não cairá, não pecará contra o Senhor. E deve se dedicar ao máximo para fazer isso. Afinal, ninguém começa a caminhar pensando "acho que vou tropeçar hoje em tal lugar, em tal horário". Isso é premeditar o pecado. Pelo contrário, nós caminhamos com a certeza de que não iremos cair, e se estamos andando em um lugar onde há chances de queda, duplicamos a atenção dedicada aos nossos passos. 

É exatamente isso o que devemos fazer quando buscamos caminhar em santidade. Mas, se cairmos, se tropeçarmos, não devemos nos martirizar, não devemos nos condenar porque toda condenação esteve sobre Jesus e ele já pagou o preço. Devemos simplesmente pedir perdão, levantar, e continuar nos esforçando para caminhar sem cair novamente.

A bíblia fala que devemos crescer em conhecimento e graça. Se precisamos crescer, é porque existe um processo de aprendizado e entendimento, começando como qualquer aluno. Como qualquer filho.

É importante que você entenda isso para que não fique, como eu estive durante muito tempo, presa em uma armadilha de frustração na qual você desiste de tentar. Não se deixe ser paralizada por isso! 

Se dedique ao processos de santidade e permita que este processo seja inundado pelo amor de Deus! Quando pecar, se arrependa, peça perdão, peça ajuda ao Espírito Santo (e a algum irmão na fé ou lider espiritual, se necessário), levante, bata a poeira e continue! 

Se precisar, pare, descanse, respire. E continue! 

Não desista!
Você já foi perdoada!
Você tem o Espírito do Senhor em você!
Você não está sozinha!

_______________
Se você se sentir confortável, compartilhe um pouco da sua história nos comentários, sua história pode edificar outros e aliviar os fardos. Não precisamos ter vergonha das nossas fraquezas porque é nelas que o Senhor mostra a Sua força e o Seu poder de nos transformar e usar APESAR delas. Vamos juntas? 😊💕

4 comentários

  1. Concordo plenamente, Kah! Que nós comecemos a olhar para a nossa jornada com Deus de uma forma mais tranquila e tenhamos não só amor pelos outros, mas amor por nós mesmos também.
    http://www.espelhodoreino.tk/

    ResponderExcluir
  2. Olá!Conheci seu blog hoje e li alguns textos.

    Dentre os que li, acredito que esse foi o que mais falou ao meu coração. Tenho muita dificuldade em lidar com meus sentimentos e decisões. Tenho muito medo de errar e entristecer a Deus, e infelizmente muitas vezes é o medo que me impede de fazer o que o alegra. Mesmo já tendo crescido em vários aspectos em áreas da minha vida, me entristeço muito por aqueles nos quais ainda falho constantemente. A sensação de prisão é tão forte quanto complicada. Muitas vezes o sentimento de culpa e imerecimento me desanimam tanto que me vejo estagnada, apenas pedindo um perdão que eu mesma não consigo me dar. Tenho lutado para aprender a respeitar meus processos, e entender que em algumas áreas corro, mas em outras só consigo ir à passos de formiga. Hoje, confesso, a guerra aqui dentro está um tanto dolorida.
    Mas sigo. Que bom que o amor dEle é não apenas maior que os nossos pecados, mas também maior que os nossos medos. Aliás, maior que tudo o que há em nós.

    Grande beijo. Obrigada por seus textos!

    ResponderExcluir
  3. estou passando por isso nesse momento ...

    ResponderExcluir
  4. Que texto maravilhoso ♥️ Deus nunca abandona um filho seu, por mais que seja pecador! Que possamos andar lado a lado com Cristo e pedimos santidade todos os dias a Ele.

    ResponderExcluir